Existem vários tipos de madeiras que podem ser utilizadas para produção de móveis residenciais e comerciais, cada uma para cada tipo de situação, cada ambiente e cada necessidade. As maderias tem muitas variações tanto na sua tonalidade quanto na sua aplicação.
Listamos 11 tipos de madeiras mais utilizadas atualmente e suas indicações de uso:

Carvalho Branco:

Construção, móveis, assoalho, marcenaria arquitetônica, marcenaria exterior, molduras, portas, armários de cozinha, painéis, traves para ferrovias, pontes de madeira, aduelas de barril, ataúdes e cofres.

Cedro:

Mobiliário de alto padrão, lâminas decorativas, peças torneadas, molduras para quadros, artigos de escritório, instrumentos musicais, construção civil interna e e em construção naval, como acabamento interno decorativo e casco de embarcações leves.

Freijó:

Indústria moveleira, painéis, construção naval, construção civil, hélice de pequenos aviões, etc.

Imbuia:

Mobiliário de alto padrão, lâminas decorativas, peças torneadas, painéis compensados e divisórias, construção civil.

Louro Vermelho:

Mobiliário de alto padrão, construção civil, lâminas decorativas, compensados, etc

Louro Preto:

Móveis, lâminas decorativas, construção civil, assoalhos, construção naval e cutelaria.

Marfim:

Mobiliário de alto padrão, lâminas decorativas, peças torneadas, cabos de ferramentas, molduras, partes internas na construção civil, artefatos decorativos em geral, cutelaria, etc.

Teca:

Mobiliário de alto padrão, marcenaria em geral, pisos, construção naval, laminação, compensados, barril para guardar produtos químicos, janelas, portas, esquadrias e peças de decoração internas.

Compensado Naval:

O compensado é composto de um número ímpar de lâminas relativamente finas, coladas umas às outras, dispostas alternadamente, de modo que as fibras de uma se cruzem ou fiquem a 90º com as fibras das outras, visando equilibrar tensões e reduzir riscos de empenamento. As lâminas são coladas com resina epóxi como. A madeira compensada apresenta algumas vantagens: resistência uniforme; eliminação de contração e, conseqüentemente, do aparecimento de fendas e empenamentos; obtenção de chapas de tamanhos variados; melhor aproveitamento da madeira.
Indicações de uso: Os compensados são painéis com aplicações muito abrangentes, sendo destinadas para setores de construção civil, naval, indústria moveleira, embalagens, etc.

Compensado:

Uma das maneiras em que pode ser encontrado é a de uma placa (de ótima resistência) formada por folhas de madeiras coladas umas às outras.

Importante notar que os veios das folhas devem ser sempre dispostos em direções cruzadas uns aos outros, visando equilibrar tensões e reduzir riscos de empenamento.

MDF:

O MDF (Medium Density Fiberboard) é uma chapa de fibra de média densidade, na qual, por um processo de alta temperatura e emprego de pressão, fibras de madeira são aglutinadas por resinas sintéticas.

Para a obtenção das fibras, a madeira é cortada em pequenos cavacos que, em seguida, são triturados por equipamentos denominados desfibradores.

Basicamente, utiliza-se o pinus reflorestado e selecionado para confecção de tais painéis. Utililizado na maioria das vezes para produção de móveis onde não tem contato com água.

Ficou com alguma dúvida ou conhece alguma madeira legal? Deixe nos comentários.

Pin It on Pinterest

Inscreva-se em nosso Blog

Inscreva-se em nosso Blog

Inscrevendo seu e-mail abaixo você recebe novidades, novos artigos e promoções da Ponto Interior.

Você se inscreveu com sucesso! Obrigado.